Efraim confirma prorrogação da data para vacinação contra a febre aftosa na Paraíba

De acordo com o deputado Efraim Filho (DEM/PB) o produtor rural da Paraíba terá até o dia 31 de dezembro para realizar a segunda etapa da vacinação contra a febre aftosa. “A secretaria de Agricultura da Paraíba solicitou a prorrogação para imunizar o máximo possível do rebanho. A vacinação este ano foi prejudicada em função da pandemia”. Esclareceu.

Ainda de acordo com Efraim Filho, que é membro da Frente Parlamentar da Agricultura do Congresso Nacional, o desempenho do Estado em vacinação nos últimos anos ultrapassa a meta de 90% do rebanho.

A Paraíba tem o certificado de “Estado livre da febre aftosa com vacinação”, fornecido pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) desde 2014. A meta é que, até 2021, o Estado consiga o status de livre da febre aftosa sem vacinação, conforme preconiza o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

O secretário de Estado do Desenvolvimento da Agropecuária e da Pesca, Efraim Morais, explicou a prorrogação da vacinação contra a febre aftosa. “Este adiamento objetiva preservar a cobertura vacinal adequada no cenário atual, atendendo aos anseios decorrentes do enfrentamento da emergência sanitária, em que o Estado da Paraíba está buscando o status ‘livre de febre aftosa sem vacinação’ e evitando, ao mesmo tempo, que o produtor rural venha a se expor à contaminação do novo coronavírus na compra e até mesmo no momento da declaração da vacina”, observou.

Segundo o secretário o objetivo é imunizar, até 31 dezembro, mais de 1 milhão de bovinos e bubalinos de até 2 anos de idade e evitar o comprometimento nos resultados da etapa de vacinação em questão. Ele disse ainda que a Divisão de Febre Aftosa (DIFA) é favorável ao pleito, recomendando prorrogação. Entretanto, os dados analisados pelo Serviço Veterinário Estadual (SVE), e aprovados pela Superintendência Federal de Agricultura (SFA), deverão ser encaminhados ao Ministério da Agricultura até o dia 31/01/2021, seguindo os procedimentos e padrões instuídos pelo Plano Estratégico do Programa Nacional de Vigilância para a Febre Aftosa (PNEFA). A Divisão de Febre Aftosa da Secretaria de Defesa Agropecuária, do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), ressalta que, tão importante quanto a vacinação correta, é também o preenchimento completo da declaração de vacinação e entrega online ou, quando não for possível, presencialmente nos postos design

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *