Efraim consegue com Ministro medida para proteger o produtor paraibano

De acordo com o líder do Democratas na Câmara, Efraim Filho (PB), o ministro da agricultura, Blairo Maggi, informou que está montando um grupo de trabalho para avaliar a manutenção da alíquota do etanol importado.  Ele disse ainda que o assunto foi pauta de uma reunião no Ministério da Agricultura nesta quarta-feira (31), com a participação do Secretário de Agropecuária e da Pesca do Governo da Paraíba, Romulo Montenegro.

“A taxação de 20% do etanol (álcool)  importado dos Estados Unidos foi um exemplo de medida para atender o setor em um momento crítico  para os produtores brasileiros”, ressaltou Efraim Filho.

Outro fator a ser avaliado é a manutenção do estoque mínimo de biocombustível pelo importador. A resolução do Conselho Nacional de Política Energética (CNPE) ligado ao Ministério de Minas e Energia (MME), exige que da empresa importadora um estoque mínimo em 25% de sua capacidade de armazenamento.

De acordo com o sistema Agrostat, do Ministério da Agricultura (Mapa), o Brasil importou 103,9 milhões de litros de etanol anidro de janeiro a dezembro de 2013. Em 2016, o volume saltou para 657,2 milhões. Só no primeiro trimestre de 2017, a compra de etanol de outros países somou 580,1 milhões de litros.

Na avaliação de Efraim Filho desde que Blairo assumiu a gestão do Ministério da Agricultura,  tem demonstrado, por suas ações, ser defensor do produtor.

Receba minhas notícias e projetos primeiro

2015 © Efraim Filho. Alguns Direitos Reservados