Efraim Filho defende que governo assuma 100% do risco de créditos para empresas

Efraim lembrou que o setor de comércio e serviços é o que mais gera emprego e paga imposto no Brasil e que é essencial desburocratizar, simplificar procedimentos e procurar alternativas aos bancos para que o socorro chegue ao empresário. “Não adianta querer fazer economia financeira agora para depois ter de gastar mais. Precisamos salvar as empresas, para que elas mantenham as portas abertas e a retomada seja mais fácil”, completou.

Ler mais